GOIF MP

Saudações do Grão-Mestre Ir:. Stefano Brasca

Saudações do Grão-Mestre Ir:. Stefano Brasca
Amados irmãos e irmãs, amáveis senhoras e senhores, a todos vocês que seguem esta página, aqui vai a minha saudação afetuosa. Um grande abraço a quem quer “conhecer” e “nos conhecer” sem preconceitos.

Bem-vindos.

A Maçonaria é uma instituição milenar que transmitiu por trezentos anos os princípios Igualdade, Fraternidade e de uma aspiração – Liberdade – que infelizmente nem todos os homens possuem ainda hoje. Um homem que pensa que é livre, revela a liberdade de pensamento que é o bem maior e mais importante para construir aquele caminho que demonstra ao mesmo tempo o conhecimento.

Ao entrar nesta Comunhão (GOIF-MP), partimos para uma nova vida feita de intensa espiritualidade, de trabalho contínuo e pesado sobre nós mesmos para tornar polida o que chamamos de pedra bruta. Assim avançamos na jornada, abrindo a bússola como medida, recebendo a possibilidade de descobrir novos horizontes e novos planetas na nossa alma, mente e coração.
Olhamos para o céu estrelado nas abóbadas dos nossos templos para explorar a nossa mãe terra, de leste a oeste. Porque a jornada do homem deve ser estimulada por pesquisas contínuas, sem as quais a vida seria incrivelmente plana.
Com uma extraordinária prova de coragem, decidimos um dia tornar-nos maçons livres, com elos fortes e intermináveis de uma cadeia de união universal que não pode ser rompida ou corrompida por detratores inócuos ou pelos perseguidores da nossa Grande Obra. Trezentos anos de história e os muitos compromissos firmados pelos maçons para melhorar o mundo, para garantir a democracia e o progresso, são a nossa melhor e indestrutível carta magna, na qual os nossos incomparáveis propósitos estão gravados.

A Maçonaria tem raízes fortes e a sua semente continua a ser germinada exuberantemente pela beleza da sua obra universal, não tem medo de lutar para defender a sua existência e continuar a ser uma grande e radiante Luz para a Humanidade.
Somos e queremos ter liberdade para sonhar com um mundo melhor e para participar em qualquer projeto que seja necessário para o crescimento da nação.

Considere-nos loucos. Mas “apenas aqueles que são loucos o suficiente para acreditar que podem mudar o mundo realmente mudam”, disse Baden Powell. “O nosso glorioso lábaro está sempre lá. Está molhado de lágrimas, suor e sangue dos nossos antecessores. Os nossos valores são imortais. Viemos de longe, iremos muito longe, seguindo o caminho das estrelas, que estão acima de nós, nos nossos templos que são como as do Universo. Quando o sol se põe elas iluminam-se e sob as nuvens elas existem sempre para nos mostrar um caminho que nos revela uma tarefa desafiadora diante da nossa consciência, onde a política representa a busca pela justiça humana e social, o diálogo, a tolerância, direitos que não são benefícios de poucos, mas de todos os cidadãos.

Não atentamos contra o bem comum, queremos o bem comum. Não somos para o bem de alguns, mas queremos o bem de todos.
A liberdade vem do conhecimento, não ter certezas. Stephen Hawking convidava a olhar para as estrelas e não para os pés, ele esperava não ter certezas para tentar descobrir mais – Quanto mais se sabe, mais se percebe que não sabe.

O inimigo mais perigoso do Conhecimento não é a ignorância, mas a ilusão de conhecimento. E por aí andam muitos iludidos ao achar que um conhecido de aprendiz, antes de se proclamar Grão-Mestre, não perguntar o significado dos Graus … O nosso trabalho é “reunir o que está espalhado” e não dividir como, infelizmente, tantos falsos maçons têm feito há algum tempo.

O poeta grego Constantino Kavafis escreveu: “Você deve sempre ter Ítaca em mente – alcançá-la seja um pensamento constante. Acima de tudo, não apresse a viagem; deixe durar muito tempo, por anos … Ítaca deu-lhe a bela jornada”.
A “bela jornada” é o inicio, a jornada que muitos de nós decidimos erguer com o nosso Grande Oriente – GOIF MP, a Ilha da Maçonaria. Se fizermos todo o esforço, ela acabará por nos recompensar com os seus tesouros. Ao olhar para as estrelas, talvez um dia “Ítaca” mostre toda a sua extraordinária beleza, as dúvidas se dissiparão e aí estaremos cansados, mas felizes e livres para conhecer a Verdade que nunca será a última. A caminhada continuará sob a bandeira de uma palavra que pronunciamos hoje e sempre com coragem, com orgulho, com determinação e com amor: Liberdade!

Obrigado, viva o Grande Oriente!

Viva o GOIF MP – Representação Permanente em Portugal

Currículo maçônico (em italiano) do Grão-Mestre

Ir:. Stefano Brasca

 

  1. Licenciatura em Arquitetura na Universidade La Sapienza de Roma em 1978 2. Iniciado na R. L. Tommaso Campanella Oriente de CZ em 1989
  2. Membro e fedele rappresentante della R.le Loggia FEDERICO II Or. di Lamezia Terme

 

***

  1. Iniciado ao grau de Mestre no Grande Oriente da Itália (GOI) em 12/03/1998, Patente Nº 41028

 

  1. Fundador em 13/12/2004 da Respeitável Loja FEDERICO II n.1207 Oriente de Lamezia Terme (GOI)

 

  1. Venerável Mestre da Respeitável Loja FEDERICO II n.1207 Oriente de Lamezia Terme em 2005 (GOI)

 

  1. Venerável Mestre na G.L.R.E. por Rito Emulação – 6 de outubro de 2009 C.E. 5. Primeiro Grande Vigilante Adjunto na G.L.R.E. da Emulação de Rito – 6 de novembro de

 

2009 E. V. Protocolo N. 018/b/ 6. Venerável Mestre na GLRI 12 de junho de 2010

 

  1. Venerável Mestre no GLDI Palazzo Vitelleschi, de 2010 a 2015

 

  1. Membro Honorário da Grande Junta no GLDI Palazzo Vitelleschi 21 de abril de 2015 Brev. Nº 1352 9. Grande Conselheiro da Ordem da OMTI (Ordem Maçônica Tradicional Italiana)

 

  1. Membro Honorário OMTI-S de fevereiro de 2019

 

  1. Membro Honorário da Respeitável Loggia Federico II – OMTI-Lamezia Terme

 

Fundador de:

 

  1. Grande Oriente Internacional Federal – Maçonaria Portuguesa – GOIF MP ano 2016

 

  1. Grão-Mestre do GOIF-MP (Maçonaria Portuguesa)

 

EM OUTRAS ORDENS E RITOS:

 

  1. Ordem Teutonica, Comandante da Justiça 2. Grão-Chanceler da Ordem Teutonica

 

  1. Academico Honorário ‘Academia Bonifaciana de Anagni” 4. Académico de Honra, da Academia de Filosofia de Ciências Humanas

 

  1. Ordem dos Templários S.M.O.R.T. Grão-Mestre de Cerimônias

 

  1. 50º Rito de Memphis e Misraim “Regime dos Altos Graus” Kadosch 7. Rito de York – Real e Eleito Mestre no Conselho AL WAHID n. 19- Patente Nº 565

 

  1. York Rite-Membro da Commenda NOIMISTRON n.18-Brev. Nº 501 9. Presidente do Rito 18 R-C na GLDI – 26/02/2014

 

  1. 86º grau – Principe Soberano do Senado dos Sublimes Mestres do Anel Luminoso ou Grande Patriarca Consagrando Bispo Templário (equivalente ao 552 grau do Rito Escocês) 11. 952 Grau e Membro Efetivo do Santuário Soberano de Misraim e Memphis do ‘GOD’, TRE MARI GOIF

 

Itália.

 

  1. Acadêmico Honorário da Academia de Filosofia das Ciências Humanas.

 

  1. VII Grau do Rito Filosófico Alquimico – Grande Oriente dos Três Mares – 14. XIII do Rito de York e da Marca.

 

  1. 31ª Grau-Grande Inspetor Inquisidor Comandante 16. 32 Grau-Sublime Principe do Segredo Real

 

  1. SGIG do Supremo Conselho do 88ª e Último Grau do Rito Escocês Antigo e Aceito da Itália.

 

  1. Soberano Grande Inspetor Geral do 35º da R.S.A.A. Comunhão Italiana (R. Amato) Soberano Grande Inspetor Geral do 55º da R.S.A.A. Supremo Conselho Regular Internacional

 

– SCRI

 

Os graus intermediários de Ordem e Rito são omitidos, pois são consequentes.