GOIF MP

OBJECTIVOS

Objetivos e Metodologias da Maçonaria
Para compreender os objetivos da Fraternidade Maçônica é necessário pensar que esta Instituição Universal, cujo as origens espirituais e lendárias remontam ao berço da sociedade humana, é espiritualmente adogmática, pura na sua doutrina, sábia, prudente e moral nos seus ensinamentos, nas suas finalidades e nos meios, especialmente, para a finalidade filosófica e humanitário que se propõe.
Para saber mas, vá para Metodologia Maçônica (fazer hiperligação para esta tab)
A Irmã ou Irmão Maçom, centraliza o seu mundo. Tem profundo respeito pelo pensamento do outro, mas não deixa de lado o seu próprio pensamento. Estamos diante de um grupo de pensadores livres cujo o objetivo principal é o crescimento individual segundo um processo de iniciação esotérico, contínuo e um caminho exclusivamente individual pelo qual, ao aperfeiçoar-se, ele aperfeiçoa a humanidade, constituindo-se numa forma de Sociedade Aberta. Segundo o sentido de Popper, ideia que vai contra o antigo lema de muitas Obediências – “… ou você está comigo ou está contra mim!” – contradiz qualquer ideia de universalidade.
O segredo da Maçonaria consiste exclusivamente na impossibilidade de comunicar totalmente aos outros a estrutura e a natureza do próprio caminho iniciático. O lema mais importante é o seguinte:
“Vou lutar até a morte para que você possa expressar sua ideia, mesmo que seja contrária à minha!” (Voltaire)
Concluindo, repetimos que a Família Maçônica tem como objetivo: a Harmonia, a Fortuna, o Progresso, o Bem-estar e a internacionalização da família humana de forma geral e de cada homem em particular. O objetivo principal do propósito do nosso trabalho é afirmado em Loja, respondendo à pergunta: …. com que propósito nos reunimos?
“Construir templos para a virtude e cavar prisões escuras e profundas para o vício, trabalhar pelo bem e pelo progresso das pátrias e da humanidade(…) Com estes princípios é seu dever trabalhar incansavelmente e com firmeza até alcançar este objetivo único que é reconhecido como digno disso”.
Assim escreveu Frederico II da Prússia, nas suas famosas Constituições de 1786 que foram a base das Constituições do Rito Escocês Antigo e Aceito, fundadas em Charleston, EUA em 1801. Estas são as bases da Maçonaria Internacional, na sua trajetória incessante que se inicia da Gnose e vai para o Esoterismo. Não nos podemos esquecer da natureza dos processos alquímicos que levam à realização da Grande Obra, ou o alisamento da pedra bruta, que está em nós, que nos leva à pedra cúbica, ou a transmutação do nosso chumbo espiritual em simbólico de ouro, com o propósito de conduzir o Iniciado numa grande jornada de Verdade e Pesquisa, para a qual a análise deste site é o primeiro passo essencial.